sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

Rosas Em Botão

Uma vez, somente aquela vez
Em tênue delicadeza
Você me deste rosas em botão,
Cuidei das meninas rosas,
Até que florescessem em minhas mãos
Você, porventura partiu
E as pétalas foram ao chão.
E todo aquele encanto fora contigo
Carregados pela ventania
Para nunca mais voltar.
As lembranças teimam em me fazer remir
Aqueles momentos que afiguravas me amar.
Adeus, adeus eu digo a essas lembranças,
Que inquietam meu ser,
Pois, veem como relembranças
Querendo se avivar.
Stop! Ao passado eu digo.
O presente a me chamar.
N'outra hora, estava a esperança adormecida.
Neste momento em meu peito,
Ela se põe a pulsar.
Não penses que espero mais dê ti.
Espero mais de mim.
Um dia meu coração entrego,
Para um nobre coração alheio cuidar.


Aline Santos
Blog Widget by LinkWithin

4 comentários:

  1. Stop ao passado, é mesmo assim que se fala e pensa.

    Ha que viver o presente sempre a sorrir e o passado é apenas um ensinamento do quanto bom pode ser o futuro.

    Bonitas palavras

    *

    ResponderExcluir
  2. Amiga Aline, lindo poema romântico!
    Um abração. Tenhas um lindo fim de semana.

    ResponderExcluir
  3. Olá tudo de bom ...
    Obrigada por seguir o meu blog .
    Também estou a seguir o seu , como poderá ver .
    Parabéns o seu blog está magnifico .

    Ernesto
    ernestocastanha.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Desejo que você... Não tenha medo da vida, tenha medo de não vivê-la.
    Não há céu sem tempestades, nem caminhos sem acidentes.
    Só é digno do pódio quem usa as derrotas para alcançá-lo.
    Só é digno da sabedoria quem usa as lágrimas para irrigá-la.
    Os frágeis usam a força; os fortes, a inteligência... Levando em conta que... A inteligência é feita por um terço de instinto - um terço de memória - e o último terço de vontade... As quais nos possibilita a sermos aquilo que realmente devemos ser felizes... Mesmo em circunstâncias difíceis sempre haverá Algo que nos fará sábios... Porque a arte de pensar é o tesouro dos sábios... Diz um provérbio. Passamos a vida inteira ouvindo os sábios conselhos dos outros. Tens que aprender a ser mais flexível, tens que aprender a ser menos dramática, tens que aprender a ser mais discreta, tens que aprender... Praticamente tudo.
    Mesmo as coisas que a gente já sabe fazer, é preciso aprender a fazê-las melhor, mais rápido, mais vezes. Vida é constante aprendizado. A gente lê a gente conversa, a gente faz terapia, a gente se puxa pra tirar nota dez no quesito "sabe-tudo". Pois é. E o que a gente faz com aquilo que a gente pensava que sabia?
    As crianças têm facilidade para aprender porque estão com a cabeça virgem de informações, há muito espaço para ser preenchido, muitos dados a serem assimilados sem a necessidade de cruzá-los: tudo é bem-vindo na infância. Mas nós já temos arquivos demais no nosso winchester cerebral. Para aprender coisas novas, é preciso antes deletar arquivos antigos. E isso não se faz com o simples apertar de uma tecla. Antes de aprender, é preciso dominar a arte de desaprender.
    Desaprender a ser tão sensível, para conseguir vencer mais facilmente as barreiras que encontramos no caminho. Desaprender a ser tão exigente consigo mesmo, para poder se divertir com os próprios erros. Desaprender a ser tão coerente, pois a vida é incoerente por natureza e a gente precisa saber lidar com o inusitado. Desaprender a esperar que os outros leiam nosso pensamento: em vez de acreditar em telepatia, é melhor acreditar no poder da nossa voz. Desaprender a autocomiseração: enquanto perdemos tempo tendo pena da gente mesmo, os demais seguiram em frente.
    A solução é voltar ao marco zero. Desaprender para aprender. Deletar para escrever em cima. Mesmo que seja uma simples e elaborada nota de roda-pé... Mas que essa carregue parte de ti... Daquilo que realmente é... Mulher na sua fragilidade.
    Vim te visitar e agradecer pelas doces e positivas palavras que deixaste em meu blog! Agradeço de coração, por ter dedicado um tempinho pra mim!
    Sinto-me agraciado por ter te encontrado!
    Tenha uma ótima 5ªF cara amiga!
    Abraço carinhoso!

    ResponderExcluir

Olá caro (a) Leitor(a), deixe aqui seu comentário.